Projetos

Observatório Social de Favelas

janeiro de 2002 - janeiro de 2004

O ponto de partida para a elaboração de políticas sociais adequadas aos interesses dos grupos sociais populares é a produção de estudos sistemáticos e rigorosos, que tenham como agentes fundamentais os próprios atores locais. A produção de estudos e diagnósticos locais é o eixo estratégico para a criação de redes ampliadas de conhecimento e intervenção, que articulem diferentes instituições e profissionais, na busca de novas formas de compreensão e construção de proposições sobre o fenômeno da favelização. O Observatório Social de Favelas tem como objetivos:

  • formar uma rede de pesquisadores, integrada por jovens estudantes dos espaços favelados e profissionais de institutos de pesquisas e centros universitários;
  • desenvolver estudos e levantamentos documentais de caráter sócio-econômico e cultural sobre os espaços populares da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, em particular as favelas;
  • produzir e divulgar análises, conceitos e interpretações a respeito das práticas sociais e econômicas efetivadas nas comunidades investigadas;
  • subsidiar a produção de políticas públicas para os espaços favelados da região Metropolitana do Rio de Janeiro;
  • articular o Fórum de Estudos dos Espaços Populares, que organizará encontros, seminários e atividades educacionais/culturais que contribuam para uma melhor compreensão do fenômeno da favelização.

Nota: A partir de janeiro de 2004, o Observatório Social de Favelas passou a denominar-se Observatório de Favelas, tornando-se uma OSCIP independente.