Projetos

Expandindo os limites do setor industrial: impactos potenciais para a formação profissional

junho de 2004 - agosto de 2004

O desenvolvimento tecnológico e organizacional das empresas se refletiu na mudança de perfil dos trabalhadores empregados. Um aspecto não suficientemente explorado dessa mudança no Brasil é o aumento da demanda por profissionais cujas qualificações não se restrinjam àquelas diretamente ligadas à produção manufatureira, mas atendam igualmente aos negócios da empresa na área de serviços. Como resultado, a formação profissional do trabalhador industrial tem que se ampliar.

Os objetivos do projeto são analisar as transformações que ocorreram no emprego industrial como resultado da expansão dos serviços associados à produção manufatureira e identificar as conseqüências dessas mudanças sobre a qualificação profissional. Será dada ênfase particular às transformações nos setores de máquinas e equipamentos e no de eletrônica e comunicações, por apresentarem tendências mais evidentes de interdependência entre a manufatura e a prestação de serviços técnicos e comerciais.

Metodologia e apresentação dos resultados

As principais fontes de dados para a análise são as matrizes insumo-produto e a PNAD para o período compreendido entre o início das décadas de 90 e o início da década atual. Os resultados serão apresentados em texto organizado em quatro capítulos, com o seguinte conteúdo:

  1. Revisão da experiência da maior interdependência entre indústria e serviços nos países desenvolvidos;
  2. Revisão da literatura sobre os efeitos no emprego e na qualificação da maior interdependência entre indústria e serviços;
  3. Análise das transformações na estrutura de produção e emprego na indústria e nos serviços mais diretamente ligados à produção manufatureira;
  4. A avaliação nas características de qualificação setorial e impactos potenciais para os serviços oferecidos pelo SENAI.