Projetos

Construindo uma rede de proteção social para o Panamá 2004

agosto de 2004 - fevereiro de 2005

O Panamá é um país com recursos suficientes para aliviar a extrema pobreza em que vive parte de sua população. O país tem feito importantes inversões sociais, sobretudo na educação e na pobreza, e já apresenta uma das mais altas médias de anos de estudos da América Latina. Porém, a desigualdade de renda permanece muito alta e, na realidade, veio aumentando ao longo dos anos 90. Se por um lado o grau de desigualdade é preocupante, por outro, seu ajuste a um alto nível de renda per capita permite que o alívio da pobreza extrema seja uma meta economicamente factível. Na realidade, o volume anual de recursos que se necessita transferir às famílias extremamente pobres para que sua renda não fique abaixo da linha de pobreza extrema representa somente 3% da renda de todas as famílias panamenhas.

Este projeto tem como objetivo produzir informações e reflexões que, baseados no estudo da pobreza e na experiêncis de outros países, possam ajudar a tomada de decisões do Governo do Panamá sobre o desenho da política social do país. O que se pretende é reagrupar os programas compensatórios existentes e no caso de não existirem, propor o desenho de programas de transferências de renda focalizados nas famílias extremamente pobres, que permitam a elas um nível mínimo de consumo. O estudo analítico inclui tanto a quantificação dos custos dos programas como a quantificação de seu impacto, em termos de sua contribuição para a redução da pobreza e desigualdade. Igualmente, inclui o desenho de um esquema de metas de cumprimento do programa, bem como um sistema de monitoramento e acompanhamento dos beneficiados.